quarta-feira, 28 de dezembro de 2005

quinta-feira, 8 de dezembro de 2005

Just imagine............

Hoje faz 25 anos que o mussarela do Mark Chapman atirou e matou John Lennon.
Não sei bem o que pensar de John Lennon. Como pessoa é claro. Como artista todos sabem que ele foi genial. Mas como pessoa, há lá suas dúvidas.
Na biografia de Paul McCartney, John é descrito como alguém problemático, genioso, galinha e que inclusive teve a capacidade de boicotar a gravação de um dos maiores sucessos de Paul, “The long and winding road”.

Sei lá. Isso não interessa e a versão de John ele vai ficar devendo.
O que sei é que amo os Beatles, Paul e John. Impossível ser diferente já que cresci com minha mãe ouvindo seus velhos vinis.
Também sei que ao mesmo tempo em que admiro Paul por inúmeras razões, também admiro John, entre outros motivos por ter tido a coragem de assumir seu amor por uma mulher que estava muito distante dos padrões, enquanto mulheres maravilhosas do mundo todo caíam aos seus pés.
Cara de cabeça boa, sem dúvida..............





The Ballad of John and Yoko

(Lennon/McCartney)

Standing in the dock at Southampton,
Trying to get to Holland or France.
The man in the mac said, "You've got to turn back".
You know they didn't even give us a chance.
Christ you know it ain't easy,
You know how hard it can be.
The way things are going
They're going to crucify me.
Finally made the plane into Paris,
Honey mooning down by the Seine.
Peter Brown called to say,
"You can make it O.K.,
You can get married in Gibraltar, near Spain".
Christ you know it ain't easy,
You know how hard it can be.
The way things are going
They're going to crucify me.
Drove from Paris to the Amsterdam Hilton,
Talking in our beds for a week.
The newspapers said, "Say what you doing in bed?"
I said, "We're only trying to get us some peace".
Christ you know it ain't easy,
You know how hard it can be.
The way things are going
They're going to crucify me.
Saving up your money for a rainy day,
Giving all your clothes to charity.
Last night the wife said,
"Oh boy, when you're dead
You don't take nothing with you
But your soul - think!"
Made a lightning trip to Vienna,
eating chocolate cake in a bag.
The newspapers said, "She's gone to his head,
They look just like two gurus in drag".
Christ you know it ain't easy,
You know how hard it can be.
The way things are going
They're going to crucify me.
Caught an early plane back to London.
Fifty acorns tied in a sack.
The men from the press said, "We wish you success,
It's good to have the both of you back".
Christ you know it ain't easy,
You know how hard it can be.
The way things are going
They're going to crucify me.
The way things are going
They're going to crucify me!!!

terça-feira, 6 de dezembro de 2005

Raridade............




+++++++++++++++

CAZUZA & BARÃO VERMELHO
Eu queria ter uma bomba

Solidão a dois, de dia
Faz calor, depois faz frio
Você diz "já foi" e eu concordo contigo
Você sai de perto, eu penso em suicídio
Mas no fundo eu nem ligo
Você sempre volta com as mesmas notícias

Eu queria ter uma bomba
Um flit paralisante qualquer
Pra poder me livrar
Do prático efeito
Das tuas frases feitas
Das tuas noites perfeitas

Solidão a dois, de dia
Faz calor, depois faz frio
Você diz "já foi" e eu concordo contigo
Você sai de perto, eu penso em homicídio
Mas no fundo eu nem ligo
Você sempre volta com as mesmas notícias

Eu queria ter uma bomba
Um flit paralisante qualquer
Pra poder te negar
Bem no último instante
Meu mundo que você não vê
Meu sonho que você não crê, não crê…..

+++++++++++++++++++++++++++++

domingo, 4 de dezembro de 2005

Essa letra já tem quase 20 anos, mas é incrível como continua sendo tão atual, infelizmente....

::: :::

Legião Urbana
Que país é esse?

Composição: Renato Russo

Nas favelas, no senado
Sujeira pra todo lado
Ninguém respeita a constituição
Mas todos acreditam no futuro da nação
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
No amazonas, no araguaia iá, iá,
Na baixada fluminense
Mato grosso, minas gerais e no
Nordeste tudo em paz
Na morte o meu descanso, mas o
Sangue anda solto
Manchando os papéis e documentos fiéis
Ao descanso do patrão
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
Terceiro mundo, se for
Piada no exterior
Mas o Brasil vai ficar rico
Vamos faturar um milhão
Quando vendermos todas as almas
Dos nossos índios num leilão
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?


sexta-feira, 2 de dezembro de 2005


Os brasileiros deveriam lutar contra o crime, e não contra as armas.”

Steven Levitt


terça-feira, 29 de novembro de 2005

Just read the lyrics, damn it!!!!


Estou exercendo meu direito à preguiça. Não é gostoso, de vez em quando, poder se dar ao luxo de não fazer nada? Ah, como é!!!!

E por falar em preguiça, só vou deixar duas letrinhas de música, já que também estou com preguiça de pensar…. rsrsrsrs

O Tico e o Teco agradecem…..

Bom, a primeira é do Rauzito. Uma letra que pode parecer bem despretensiosa, mas não se enganem, só parece.

A segunda é do U2. A minha preferida deles. A letra é maravilhosa ,mas a música é longa e lenta, bem triste inclusive. Eu nunca poderia imaginar que eles me dariam o prazer de cantá-la no show que fizeram em SP em 98... Foi muito bom!!!




Raul Seixas
Como vovó já dizia

Quem não tem colírio usa óculos escuros
(Mas não é bem verdade)
Quem não tem colírio usa óculos escuros
Minha vó já me dizia pra eu sair sem me molhar
Mas a chuva é minha amiga e eu não vou me resfriar
Quem não tem colírio usa óculos escuros
A serpente está na terra e o programa está no ar
Quem não tem colírio usa óculos escuros
A formiga só trabalha porque não sabe cantar

Quem não tem colírio usa óculos escuros
Quem não tem filé como pão e osso duro
Quem não tem visão bate a cara contra o muro
Quem não tem colírio usa óculos escuros
Há tanta coisa no menu que eu nem sei o que comer
Quem não tem colírio usa óculos escuros
José Newton já dizia:
"Se subiu tem que descer"
Quem não tem colírio usa óculos escuros
Só com a praia bem deserta é que o sol pode nascer
Quem não tem colírio usa óculos escuros
A banana é vitamina que engorda e faz crescer

::: :::





U2
All I Want Is You

You say you want diamonds on a ring of gold
You say you want your story to remain untold

But all the promises we made
From the cradle to the grave
When all I want is you

You say you'll give me a highway with no one on it
A treasure just to look upon it
All the riches in the night

You say you'll give me eyes in a world of blindness
A river in a time of dryness
A harbour in the tempest

But all the promises we make
From the cradle to the grave
When all I want is you

You say you want your love to work out right
To last with me through the night

You say you want diamonds on a ring of gold
Your story to remain untold
Your love not to grow cold

All the promises we break
From the cradle to the grave
When all I want is you

You
All I want is...you
All I want is...you
All I want is...you

quinta-feira, 17 de novembro de 2005

The wonder years of all of us..............


I happen to love the “Wonder Years” TV show. I used to watch it when I was a teenager and I think it’s the smartest and sweetest portrait of childhood and youth ever made.
There’s this particular episode when Paul has his bar mitzvah and Kevin is so jealous of him that forgets friends can share these experiences together. At the end a very emotional song plays: “Bookends Theme”, from Simon & Garfunkel, which lyrics I reproduce below:

"Time it was, and what a time it was, it was
A time of innocence, a time of confidences
Long ago, it must be, I have a photograph
Preserve your memories, they're all that's left you…."






:::::

I’m soooo tired of this year and I can’t wait for our summer vacation. We deserve to rest after a long period of privation and desperation with the “house of our dreams”, and a few nightmares too…. rsrsrsrs

Just to remind the old times (blergh!!!!!)



quarta-feira, 9 de novembro de 2005

Essa semana estou bem cansadinha..

Final de semestre na UFSC é sempre estressante. Fora o ENADE que arrumaram pra gente esse ano né??? Que porre!!!!!!

Além de tudo ainda torci meu pé ontem na yoga, QUE BELEZA!!! Vai inventar de ficar de ponta cabeça, vai..... uma hora vc perde o equilíbrio.... pois é, minha hora chegou.... hahahahahahha

Tudo bem, só uns dias de molho, semana que vem já estou me contorcendo de novo.... hehe

Já estou com o saco cheio de trabalhar, mas tenho que continuar. Como estou ouvindo James, que ADORO, vou deixar uma letrinha da melhor música dele, e uma das melhores de todos os tempos mesmo. Adoro o James porque ele é bem doidinho mesmo, adoro pessoas doidinhas, como eu.....................




J A M E S
S i t d o w n


I’ll sing myself to sleep
A song from the darkest hour
Secrets I can’t keep
Inside of the day
Swing from high to deep
Extremes of sweet and sour
Hope that God exists
I hope I pray

Drawn by the undertow
My life is out of control
I believe this wave will bear my weight
So let it flow

Oh sit down
Sit down next to me
Sit down, sit down, sit down, sit down, down
In sympathy

Now I’m relieved to hear
That you’ve been to some far out places
It’s hard to carry on
When you feel all alone
Now I’ve swung back down again
It’s worse than it was before
If I hadn’t seen such riches
I could live with being poor

Oh sit down
Sit down next to me
Sit down, sit down, sit down, sit down, down
In sympathy

Those who feel the breath of sadness
Sit down next to me
Those who find they’re touched by madness
Sit down next to me
Those who find themselves ridiculous
Sit down next to me
In love, in fear, in hate, in tears
In love, in fear, in hate, in tears

Oh sit down
Oh sit down
Oh sit down
Sit down next to me
Sit down, sit down, sit down, sit down, down
In simpathy.....

sexta-feira, 4 de novembro de 2005

LISTINHAS BÁSICAS


M O V I E S

  • Brilho eterno de uma mente sem lembranças
  • Chiedimi se sono felice
  • Ray
  • O aviador
  • Lost in translation
  • O fabuloso destino de Amélie Poulain
  • Corra Lola, corra
  • O último samurai
  • A dona da história
  • O homem que copiava

M U S I C (Albuns)
  • Depeche Mode - Playing the angel
  • Foo Fighters - The colour and the shape
  • Madonna - Confessions on a dance floor
  • Franz Ferdinand - Franz Ferdinand
  • Macy Gray - The ID / Oh How life is
  • Biquini Cavadão - Ao vivo
  • Cássia Eller - A arte de Cássia Eller
  • Phoenix - United
  • Moby - Play

Vale a pena!!!!

segunda-feira, 31 de outubro de 2005

sábado, 22 de outubro de 2005

LIFE IN THE SUBURBS


De repente pensei nisso, na vida nos bairros residenciais. Eu acabo de me mudar para um deles, numa rua muito calma, cheia de verde por todos os lados, e cheia de vizinhos. Mas não de vizinhos como estávamos acostumados em SP, Zona Leste, com a italianada ou os nordestinos super abertos e acolhedores. Aqui os vizinhos são diferentes. Um pouco pela origem, muitas vezes alemã, um pouco pela soberba do povo do Sul, de se achar melhor do que gente de outras regiões do país. São pessoas fechadas, frias, que nem olham na sua cara, sempre desconfiados dos "paulistanos encrenqueiros". Pensam em sua santa ignorância: "Lá vem esses paulistas pra destruir nossa ilha, óióió!"... É ruim hein!!
Só quero deixar claro que isso não vale para TODOS no Sul. Aqui também tem um pessoal muito gente fina, inteligentes, gentis e acolhedores. Eu e o Cacá sempre fomos muito bem tratados por “quase” todos e não tenho do que reclamar (no geral), mas de vizinhos, infelizmente, não estamos NADA bem. - rsss
Mas fora os vizinhos antipáticos, agora que estou morando em uma casa, percebo como sentia falta dessa rotina toda da casa. O quintal, a grama, os gatos que dão uma passadinha rápida, os cachorros, os pássaros (aqui muitos e exóticos), conversar no portão. Coisas que não existem em um apartamento, que para mim sempre lembrou mais um hotel do que um lar.
Os finais de semana então, são um show à parte. Todo mundo com o cortador de grama ligado, lavando os carros, saindo pra dar uma voltinha de carro, recebendo visitas. É como se eles tivessem um roteiro e o seguissem sempre da mesma maneira. Lembro de ter visto uma cena que falava sobre isso no filme "Ela vai ter um bebê", quando o cara se muda para uma casa "in the suburbs" e começa a notar os hábitos sempre idênticos de seus vizinhos, e fica com medo de tornar-se um deles. É claro que isso é bobagem, mas ao mesmo tempo não tem nada mais interessante do que observar as pessoas, suas manias, seus hábitos. E num sábado lindo de sol, como hoje aqui em Floripa, meu novo lar, nada melhor do que escrever sobre essa vidinha pacata e gostosa que estamos levando agora, e rezar pra que continue sempre assim....................

sexta-feira, 14 de outubro de 2005

Como trabalho em casa, a TV às vezes é minha companheira.
Trabalhar com computador pode ser muuuuito chato se vc não tiver um som ou tv por perto.
Então hoje, enquanto fazia meu trabalho de pesquisa como bolsista do PIBIC, revi um filme que aaaammmo, “Harry e Sally”. Alguém já viu? É muito fofo. É uma comédia romântica clássica, daquelas que repetem mil vezes na tv, sabe?
Mas é infalível... para as mulheres, lógico. Pros homens funciona mais como sonífero...
Nesse filme tem aquela música linda do Cole Porter, “It had to be you”, cantada pelo Frank Sinatra. Acho que esse gosto por cinema e música vem da minha mãe. Ela adora e entende tuuuudo. Dá pra imaginar uma senhora de sessenta anos (ai, ela vai me matar!!) que ouve uma música do Dandy Warhols e adora?? Só a lindinha da minha mãe mesmo, muito antenada......

E é pra ela que vai essa letra hoje




FRANK SINATRA
IT HAD TO BE YOU

Why do I do, just as you say
Why must I just, give you your way
Why do I sigh, why don't I try to forget

It must have been,
That something lovers call fate
Kept me saying: "I have to wait"
I saw them all,
Just couldn't fall 'til we met

It had to be you, it had to be you
I wandered around, and finally found
The somebody who
Could make me be true,
And could make me be blue
And even be glad, just to be sad
Thinking of you

Some others I've seen,
Might never be mean
Might never be cross,
Or try to be boss
But they wouldn't do
For nobody else, gave me a thrill
With all your faults, I
Love you still
It had to be you, wonderful you
It had to be you

quinta-feira, 13 de outubro de 2005


Só pra não dizer que sou preguiçosa....


A palavra MERDA pode mesmo ser considerada um curinga da língua portuguesa.
Exemplos:
Como indicação geográfica 1: Onde fica essa merda?
Como indicação geográfica 2: Vá a merda!
Como indicação geográfica 3:18:00h : vou embora dessa merda..
Como substantivo qualificativo: Você é um merda!
Como auxiliar quantitativo: Trabalho pra caramba e não ganho merda nenhuma!
Como indicador de especialização profissional: Ele só faz merda.
Como indicativo de MBA: Ele faz MUITA merda.
Como sinônimo de covarde: Seu MERDA !
Como questionamento dirigido: Fez merda, né ?
Como indicador visual: Não se enxerga merda nenhuma!
Como elemento de indicação do caminho a ser percorrido: Porque você não vai a merda?
Como especulação de conhecimento e surpresa: Que merda é essa?
Como constatação da situação financeira de um indivíduo: Ele está na merda...
Como indicador de ressentimento natalino: Não ganhei merda nenhuma de presente!
Como indicador de admiração: Puta Merda !!
Como indicador de rejeição : Puta Merda !!!!
Como indicador de espécie : O que esse merda pensa que é ??
Como indicador de continuidade : Na mesma merda de sempre.
Como indicador de desordem: Tá tudo uma merda!
Como constatação científica dos resultados da alquimia: Tudo o que ele toca vira merda!
Como resultado aplicativo: Deu merda.
Como indicador de performance esportiva: O Flamengo, o Grêmio, o Palmeiras, o Fluminense, o Corinthians e o Vasco,
não estão jogando merda nenhuma!!!
Como constatação negativa: Que merda !!!!
Como classificação literária: Êta textinho de merda
O autor é desconhecido...
Eu não escrevi essa MERDA não...

sexta-feira, 7 de outubro de 2005


This one is for my babe.........






KEITH URBAN
YOU'RE MY BETTER HALF

Car door slams, it's been a long day at work
I'm out on the freeway and I'm wondering if it's all worth
The price that I pay, sometimes it doesn't seem fair
I pull into the drive and you're standing there
And you look at me
And give me that come-here-baby smile
It's all gonna be alright
You take my hand
You pull me close and you hold me tight

[Chorus:]
It's the sweet love that you give to me
That makes me believe we can make it through anything
'Cause when it all comes down
And I'm feeling like I'll never last
I just lean on you 'cause baby
You're my better half

They say behind every man is a good woman
But I think that's a lie
'Cause when it comes to you I'd rather have you by my side
You don't know how much I count you to help me
When I've given everything I got and I just feel like giving in
And you look at me
And give me that come-here-baby smile
It's all gonna be alright
You take my hand
Yeah you pull me close and you me tight

Well, you take my hand
Yeah you pull me close and I understand

It's the sweet love that you give to me
That makes me believe that we can make it through anything

Oh baby, it's the sweet love that you give to me
That makes me believe we can make it through anything
'Cause when it all comes down
And I'm feeling like I'll never last
I just lean on you 'cause baby
You're my better half
Oh baby, you're my better half.......

quarta-feira, 5 de outubro de 2005

Acho que hoje estou meio engraçadinha.... Não tenho nada de interessante pra falar e mesmo assim fiquei com vontade de deixar uma piadinha aqui, mas uma piadinha bem besta mesmo. Infelizmente não sei contar piada..... nem ouvir, o que é pior! Nem sei como não fiquei deprimida depois de acabar de ler "A metamorfose" do Kafka. Meu Deus, que cara deprê!! Quando a gente acaba de ler dá vontade de abrir a janela e pular Eu acho que é meio que leitura pra doido varrido mesmo, mas até que eu gostei, achei bem "psicológico" (?!)
Essa capa é a de uma versão "ilustrada". A que eu li era uma tradução comum da boa e velha L&M Pocket mesmo. Não sei se acho interessante ou não ver as ilustrações dessa estória. O suspense do desconhecido sempre é mais excitante do que a realidade estampada, non è vero?

Mas manda a piadinha aí vai.....


ARRIVEDERCI A TUTTI....

terça-feira, 27 de setembro de 2005

Hoje estou curtindo minha casa nova depois de um período chuvoso e de adaptação. É tão gostoso começar a ver as coisas com a nossa cara e pensar que todos os sacrifícios que fizemos valeram a pena.... Ter um canto só nosso e do jeito que a gente queria vale por todas as renúncias e nos fortalece pra continuar trabalhando para realizar novos sonhos, viver novas fases....



sábado, 24 de setembro de 2005

S T O R M S

Hoje eu estou mesmo nas nuvens... meu amor voltou de São Paulo. Ficou lá uma semana na SET, onde vai todos os anos...
Depois de 10 anos juntos as sensações são tão diferentes. É uma saudade diferente, uma necessidade diferente... sei lá, é difícil de explicar, só vivendo isso mesmo pra saber....
Deu pra perceber que eu amo três pontinhos né... é porque estou sempre pescando pensamentos....


Ele diz que eu sou uma “mulher de fases”, pode ser, minha cabeça está sempre a mil, meu corpo sempre em movimento, acho que preciso de renovação constante pra ser feliz. Sinto-me um pouco como a tempestade da letra de Stevie Nicks.....


FLEETWOOD MAC

S T O R M S

Every Night That Goes Between

I Feel a Little Less
As You Slowly Go Away From Me
This Is Only Another Test

Every Day You Do Not Come
Your Softness Fades Away
Did I Ever Really Care That Much
Is There Anything Left to Say

Chorus
Every Hour of Fear I Spend
My Body Tries to Cry
Living Through Each Empty Night
A Deadly Call Inside

I Haven't Felt This Way I Feel
Since Many a Year Ago
But in Those Years and the Lifetimes Past
I Did Not Deal With the Road

And I Did Not Deal With You I Know
Tho the Love Has Always Been
So I Search to Find An Answer There
So I Can Truly Win

So I Try to Say
Goodbye My Friend
I'd Like to Leave You With Something Warm
But Never Have I Been a Blue Calm Sea
I Have Always Been a Storm

We Were Frail
She Said
"Everynight He Will Break Your Heart"
I Should Have Known From the First
I'd Be the Broken Hearted
But I Loved You From the Start
Save Us...
And Not All the Prayers in the World -- Could Save Us

quinta-feira, 22 de setembro de 2005

Hoje eu estou meio revoltada porque desde que me mudei pra casa nova estou sem tv a cabo. Não existe tv sem os canais pagos, percebi agora que a tv aberta é uma bosta, é melhor ficar desligada. Aqui em Floripa então, que não pega nem Canal 21 nem MTV, é um terror!
Tô falando sobre isso porque essa semana estréia no GNT o programa "Madame Lee" com a Rita Lee e o Roberto de Carvalho. Eu tô puta porque adoro a Rita e não vou poder ver. (pelo menos enquanto a dureza da construção não acabar né....)
Eu adoro a letra de "Pagú". Fala da mulher moderna e com conteúdo. É a cara da Rita mesmo.


P A G U
(Rita Lee - Zélia Duncan)

Mexo, remexo na inquisição
Só quem já morreu na fogueira
Sabe o que é ser carvão
Uh! Uh! Uh! Uh!...

Eu sou pau prá toda obra
Deus dá asas à minha cobra
Hum! Hum! Hum! Hum!
Minha força não é bruta
Não sou freira
Nem sou puta...

Porque nem!
Toda feiticeira é corcunda
Nem!
Toda brasileira é bunda
Meu peito não é de silicone
Sou mais macho
Que muito homem
Nem!
Toda feiticeira é corcunda
Nem!
Toda brasileira é bunda
Meu peito não é de silicone
Sou mais macho
Que muito homem...

Ratatá! Ratatá! Ratatá!
Taratá! Taratá!...

Sou rainha do meu tanque
Sou Pagu indignada no palanque
Hanhan! Ah! Hanran!
Uh! Uh!
Fama de porra louca
Tudo bem!
Minha mãe é Maria Ninguém
Uh! Uh!...

Não sou atriz
Modelo, dançarina
Meu buraco é mais em cima
Porque nem!
Toda feiticeira é corcunda
Nem!
Toda brasileira é bunda
Meu peito não é de silicone
Sou mais macho
Que muito homem...

Nem!
Toda feiticeira é corcunda
Nem!
Toda brasileira é bunda
Meu peito não é de silicone
Sou mais macho
Que muito homem...(2x)


E nessa foto ela tá a cara da minha mãe quando era novinha, uma graça....

sábado, 17 de setembro de 2005

12 x 8


Ontem fui ver ao show de uma amiga minha lá da UFSC, muuuito gente fina. A banda dela chama-se Doze x Oito e faz cover da Janis Joplin. Quem conhece a Fran sabe que é difícil acreditar quando a vê "em transe" no palco como a Janis. Eles arrasaram e eu adorei o barzinho novo aqui de Floripa onde eles tocaram, o Chicago Pub... :-D

quinta-feira, 15 de setembro de 2005

B R O N C O


I'm back!!!
Essa semana foi uma correria e não consegui escrever nem um pouquinho....
Deixo pelo menos essa letra do Titãs (de uma música que eu adoro) e que homenageia o Ronald Golias, que eu considero um dos melhores (e únicos) comediantes brasileiros que faz HUMOR e não imitações caricatas. Ele está nas últimas no hospital e o personagem homenageado nessa música é de um programa bem antigo (só os mais velhinhos vão lembrar)... hehe



T I T Ã S
TELEVISÃO

A Televisão
Me deixou burro
Muito burro demais
Oi! Oi! Oi!
Agora todas coisas
Que eu penso
Me parecem iguais
Oi! Oi! Oi!...

O sorvete me deixou gripado
Pelo resto da vida
E agora toda noite
Quando deito
É boa noite, querida....

Oh! Cride, fala prá mãe
Que eu nunca li num livro
Que o espirro
Fosse um vírus sem cura
Vê se me entende
Pelo menas uma vez
Criatura!
Oh! Cride, fala prá mãe!...

A mãe diz prá eu fazer
Alguma coisa
Mas eu não faço nada
Oi! Oi! Oi!
A luz do sol me incomoda
Então deixa
A cortina fechada
Oi! Oi! Oi!

É que a televisão
Me deixou burro
Muito burro demais
E agora eu vivo
Dentro dessa jaula
Junto dos animais...

Oh! Cride, fala prá mãe
Que tudo que a antena captar
Meu coração captura
Vê se me entende
Pelo menos uma vez
Criatura!
Oh! Cride, fala prá mãe!...

A mãe diz prá eu fazer
Alguma coisa
Mas eu não faço nada
Oi! Oi! Oi!
A luz do sol me incomoda
Então deixa
A cortina fechada
Oi! Oi! Oi!...

É que a televisão
Me deixou burro
Muito burro demais
E agora eu vivo
Dentro dessa jaula
Junto dos animais...

E eu digo:
Oh! Cride, fala prá mãe
Que tudo que a antena captar
Meu coração captura
Vê se me entende
Pelo menos uma vez
Criatura!
Oh! Cride, fala prá mãe...

Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh!

segunda-feira, 12 de setembro de 2005

U F S C

É incrível a cara de pau de algumas pessoas. Estudando em uma universidade pública a gente vê e ouve cada coisa que não dá pra acreditar. Para variar há um movimento de greve de alguns professores (para atrapalhar a vida de todo mundo), mas isso já é comum, e pelo menos eles têm algum propósito, mas o que acontece por lá essa semana é no mínimo, ridículo. Um bando de alunos está acampado(!?) em frente ao prédio do CCE (onde estudo) reivindicando coisas diversas (por ex. mais livros na biblioteca central, sendo que o acervo sofre perdas constantes por roubo dos próprios alunos) e enchendo a cara de maconha e cachaça enquanto enfeiam, sujam e "perfumam" a fachada do nosso prédio.
No Brasil é assim, para usufruir um ensino gratuito e de qualidade temos que conviver com falta de infra-estrutura, descaso da instituição em relação às necessidades do aluno, e por aí vai. O que esse pessoal acha que vai conseguir com isso? Que tipo de movimento é esse, sem voz e sem conteúdo? Com atitudes como essas os alunos nunca serão respeitados ou ouvidos. É foda!


S O L O N G.........

domingo, 11 de setembro de 2005

Hoje tá um puta frio aqui em Floripa e nada melhor do que um texto do Mário Prata (que também mora aqui) sobre o vento sul, nosso velho companheiro. Quando morava em SP não entendia porra nenhuma sobre ventos, marés; não fazia idéia de quando o tempo ia mudar. Agora, depois de 5 anos aqui, já reconheço alguns sinais da natureza, já sou menos "caipira de cidade grande". Pois é, vivendo e aprendendo....


"Outro dia falei aqui do mar, que eu descobri recentemente. Agora vou soprar o vento.

É, também não conhecia o vento, até vir morar numa ilha. E quando eu falo em vento, estou me referindo àquele que venta sozinho, sem prédios para interromper seu vôo, como acontece em São Paulo. Vento puro, eu quero dizer, aquele que tem começo, meio e fim. O vento naturalmente natural.

Logo que cheguei aqui comecei a ouvir falar nos ventos. São vários e seu nomes vêm da origem geográfica, obviamente. Vento Norte, Vento Sul, Sudoeste, etc. Mas o mais famoso, o vento, é mesmo o Vento Sul.

Inesquecível.

Pois sábado teve Vento Sul, pra deitar e rolar. Pra começar ele inverte a posição das ondas do mar. É bravo, mas já é conhecido da população. Às vezes, pode até derrubar uma pessoa desavisada na rua. Mas não machuca. O Vento Sul não é do mal. O Vento Sul faz bem. Pode, e faz, inverter os guarda-chuvas e as sombrinhas, mas é apenas para divertir a quem assiste ao espetáculo. Levanta as saias das moças, balança os seios, derruba laquê.

Quando chega, as gaivotas andam a pé e de cabeça baixa, porque não são idiotas. Os bem-te-vis somem. Onde ficam?, jamais saberemos.

Vem do mar, é também um fruto do mar. Agita a areia, balança as árvores, faz caírem as folhas secas, limpa as ruas, fecha o aeroporto, abre suas asas sobre nós, assovia nas janelas um gemido doido, balança a pança e depois vai embora, o velho guerreiro. O Vento Sul faz parte desta ilha.

Pois aqui na ilha tem um barco de turismo, um hotel e uma pousada com o nome de Vento Sul. Motel, não sei, mas o nome seria até apropriado.

Ele pode ser seco, como o de sábado, ou molhado, quando traz a chuva junto.

Dois estilos, duas belezas. Com água, lava a ilha, rega as plantas, limpa as vidraças, assovia mais forte. Mas é quando tem sol que ele mais brilha. E no sábado, de noite, a Lua cheia testemunhava, toda risonha, seu doce balanço a caminho do mar (desculpe, não resisti à idéia fácil)..."

(Trecho da crônica "O Vento Sul" - website Mário Prata)

sábado, 10 de setembro de 2005

M A L U F Ã O

Não podia deixar de passar por aqui hoje para expressar minha felicidade com a prisão de Maluf & Cia. Não achei que fosse ver esse dia chegar mas parece que milagres ainda acontecem!

Pois é, para agitar um pouco as coisas, hoje apareceu outra aranha gigante na minha garagem. Acho que é parente da que o Cacá matou ontem e veio se vingar... Acho que ainda estamos nos adaptando à mudança de um apto. para uma casa no pé do morro de uma ilha; estou me sentindo meio que no Jurassic Park - argh!!!


:::

:::

Hoje eu fui na Feira do Livro do BeiraMar Shopping. Não é lá uma Bienal mas deu pra pegar uma promoção num livro que eu estava louca pra comprar e recomendo pra quem tem mais de 25, o "Almanaque anos 80". É muito bacana, é puro saudosismo....

:::

Até a próxima....

sexta-feira, 9 de setembro de 2005

Eu adoro o Biquini desde os anos 80 mas não conhecia essa música que ouvi no programa "Oi mundo afora" do GNT e achei muito bacana.


BIQUINI CAVADÃO
VOU TE LEVAR COMIGO

As curvas no caminho, meus olhos tão distantes
Eu quero te mostrar os lugares que encontrei
Como o céu pode mudar de cor quando encontra o mar, quando encontra o mar
Um sonho no horizonte, uma estrela na manhã
De repente a vida pode ser uma viagem
E o mundo todo vai caber nesta canção, nesta canção
Vou te pegar na sua casa, deixa tudo arrumado
Vou te levar comigo pra longe
Tanta coisa nos espera, me espera na janela
Vou te levar comigo
Eu quero te contar as histórias que ouvi
E nas diferenças vou te encontrar
O amor vai sempre ser amor em qualquer lugar, em qualquer lugar
Vou te pegar na sua casa, deixa tudo arrumado
Vou te levar comigo pra longe
Tanta coisa nos espera, me espera na janela, vou te levar comigo, pra longe....


MY FIRST POST


Criei esse blog para falar sobre o que me der na telha, colocar fotos (pro pessoal de SP), letras de música, sugestões, críticas, etc.... Estou tentando descobrir como criar um playlist com algmas músicas (tipo uma radiozinha caseira) pra tocar sons que eu gosto. Quando conseguir divulgo o link pra quem se interessar, ok? :-P
Hoje o dia está feio aqui em Floripa e a única coisa excitante que me aconteceu foi aparecer uma aranha gigante na minha garagem (ui!)

É, essa estréia foi meio fraquinha mas prometo melhoras!!!

Até a próxima.... :-D

_____________________________________________
P.S.: Qdo criei esse blog (ainda na UOL), não era possível colocar links de vídeos do YouTube como faço agora... (É, nessa época eu ainda sonhava com essas playlists de áudio, das quais falo no post aí em cima..... hehehe)
Então, qdo repostei todo esse blog antigo para o novo (aqui no Blogger), adicionei alguns vídeos aos posts antigos, para fazer um upgrade nas msgs, ok??? :-P